Amamentação: a importância da rede de apoio

Amamentação: a importância da rede de apoio

Amamentação: a importância da rede de apoio – por Dra. Patrícia Marinho

A importância da amamentação exclusiva para a saúde do bebê nos seis primeiros meses é bastante conhecida. O leite materno contém minerais e nutrientes essenciais que ajudam no desenvolvimento neurológico e no fortalecimento do sistema imunológico.

Os benefícios também são estendidos para a mãe, já que a prática, segundo estudos, pode reduzir o risco de câncer de mama e ovário, protege contra doenças cardiovasculares e diminui as chances do desenvolvimento de diabetes tipo 2. Além disso tudo, o ato de amamentar reforça o vínculo afetivo com a criança.

No entanto, mesmo com todas essas vantagens, nem sempre as mulheres conseguem levar a amamentação em diante.

Um dos principais motivos é a falta de uma rede de apoio. Esse grupo deve estar sempre atento as necessidades básicas da mãe, como tomar banho, comer, ir ao banheiro ou somente ser um ombro amigo e amparar nos momentos mais difíceis do processo.

Vale lembrar que essa rede de apoio deve ser formada por pessoas que realmente estejam dispostas a ajudar, de forma integral e sem julgamentos. O suporte emocional é essencial para que a mamãe e o bebê consigam aproveitar todos os benefícios da amamentação.

Em nosso próximo post iremos falar sobre alguns personagens desse grupo da rede de apoio e o que eles podem fazer.

A Pediatra Patrícia Marinho atende no Bella.

Para mais informações úteis e práticas sobre gestação e maternidade, oferecemos um curso online completo, com tudo que precisa para a chegada do seu filho. Acesse aqui 😉


share